6 de mai de 2011

AUTO-ENGANO. O PIOR TIPO DE ENGANO QUE EXISTE


Quanto ao engano existem dois tipos. Os que são provocados por outros, os que são provocados por nós mesmos.
No primeiro caso alguém esconde a verdade de nós, nos impõe uma fantasia, e deturpa os valores.
No segundo caso nós nos recusamos a ver a verdade, eternizamos a fantasia alheia, e relativizamos valores muito claros.
Os dois tipos de engano são comuns a todos os aspectos comuns a coletividade, mas principalmente na ideologia e religião.

No segundo aspecto, o engano mais comum é o denominado auto-engano, nesse caso a pessoa auto-enganada, ainda que tendo a verdade a sua frente não é capaz de verificar os fatos, ainda que a fantasia que esta a frente esteja desfeita ela insiste em continuar acreditando.
Mas e os valores? Bem esses são relativizados, a pessoa auto-enganada passa a tolerar práticas e conceitos que normalmente não toleraria.

Infelizmente esse procedimento denominado de auto-engano é muito, muito comum em igreja evangélicas, principalmente as “igrejas-fashion”, aquelas com instalações confortáveis, com agenda lotada de eventos, e com ministros simpáticos e com discurso piedosos. Pessoas que geram auto-engano nestes contextos, dificilmente são capazes de sair disso.

Que Aquele que nunca enganou  a si e a ninguém, e sempre foi verdadeiro no que disse e viveu, nos guarde de todo auto-engano.

5 comentários:

  1. Amém querido irmão, continue nos abençoando com seus textos.

    ResponderExcluir
  2. Texto perfeito e totalmente aplicável nos dias em que vivemos, onde podemos observar a duas faces do engano. A palavra da Verdade nos diz que: “homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados”

    ResponderExcluir
  3. Acabei de ler essa pérola, meu amigo! Um artigo como esse não pode ficar oculto!
    Quando me deparo sobre as questões por você levantadas, sempre me vem a mente a necessidade, quase essencial, de uma minoria impor e castrar a intelectualidade/espiritualidade das grandes massas. É sempre mais fácil comandar do que orientar, mandar do que andar junto.
    Durante a Idade Média a Igreja Católica patrocinou muito esse sistema, mas os séculos XX e XXI têm sido marcados pela vez dos Evangélicos de propor esse triste conto na história.
    Nossa expectativa é sempre a mesma: viver pela verdade, mostrar o Reino e destruir os Impérios.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. O quarto parágrafo qie diz - "a pessoa auto-enganada passa a tolerar práticas e conceitos que normalmente não toleraria".
    Me lembra o livro mulheres q amam demais, -aceita viver na dor porque acha q tem q ser assim e ponto.

    Desta forma caminham as igrejas criam um mundo separado e manipulam pessoas de maneira q estas vivem como zumbis e riem da nossa cara qdo revidamos ou dizem problema é seu se quer ir pro inferno. Kkķkkkkk só rindo mesmo...

    Obrigada por compartilhar Paulo Saraiva.

    ResponderExcluir
  5. O quarto parágrafo qie diz - "a pessoa auto-enganada passa a tolerar práticas e conceitos que normalmente não toleraria".
    Me lembra o livro mulheres q amam demais, -aceita viver na dor porque acha q tem q ser assim e ponto.

    Desta forma caminham as igrejas criam um mundo separado e manipulam pessoas de maneira q estas vivem como zumbis e riem da nossa cara qdo revidamos ou dizem problema é seu se quer ir pro inferno. Kkķkkkkk só rindo mesmo...

    Obrigada por compartilhar Paulo Saraiva.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...