23 de out de 2008

Há caminhos que parecem retos, mas...


Semanas atrás comecei a fazer caminhada em uma praçinha perto de casa, já no primeiro dia senti fortes dores musculares. No segundo dia reforcei o alongamento, mas não adiantou as dores estavam lá. Insisti com o alongamento, pois pensei que talvez fosse o preparo físico que estava defasado, mas depois de uma semana ficou perceptível que não era esse o problema. Bom! O próximo passo foi verificar a roupa e principalmente o calçado, tudo isso ajudou, mas não resolveu. Foi ai que sem querer eu mudei de calçada pela qual andava, mudei o trajeto da caminhada. Deixei de andar pelas calçadas esburacadas e sem calçamento para andar por calçadas retas e conservadas. EU MUDEI DE CAMINHO PELO QUAL ANDAVA. Nesse momento descobri que as dores que eram incomodo deixaram de existir. Ao fazer isso descobri que não era a forma física, o alongamento, ou mesmo o tênis que eram os únicos problemas, mas era o caminho pelo qual eu trilhava.
A vida é assim. As pessoas sofrem e pensam que é por que não tem prática de vida, não têm vivência, se viverem muitos anos, talvez aprendam a ser felizes. Outros acreditam que se mudarem de roupa, de estampa, ou da forma como se apresentam tudo será melhor. Mas depois de um tempo as pessoas descobrem que aquele músculo chamado coração, continua doendo, apesar de tudo que fazem. O que essas pessoas não perceberam, é que necessitam mudar de caminho, devem deixar o caminho esburacado da vida que levam e migrar para um outro caminho, devem mudar de trilha, devem percorre o caminho chamado “Jesus”. Em outras palavras, mudar a forma como vivem. E isso não é só bom para a saúde é bom para a alma humana. A propósito, em qual caminho você tem feito a sua caminhada? O caminho em que você anda, ou seja, a forma como você vive, determina a sua saúde, em todos os aspectos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...